domingo, 11 de setembro de 2011

Primeira enquete do Baobá do Cerrado: religiões afro brasileiras na escola

Prezad@S leitores:

A equipe do Baobá do Cerrado quer saber: religiões afrobrasileiras como a Umbanda e o Candomblé devem ter a mesma visibilidade nas escolas como as religiões cristãs? Pedimos que o leitor responda SIM, NÃO, EM TERMOS e que expliquem sua resposta. Ah, não deixem de se identificar!
Abraços!

25 comentários:

  1. não. acho que escola não é lugar de se discutir religiões, isso se aprende em casa, e a escola não pode interferir, ou confrontar o que as crianças aprendem com os pais em casa ou na igreja. em minha opinião a escola deve ser um local neutro tratando-se de religião.

    Rafael de Souza Martins. aluno do 2 semestre de história

    ResponderExcluir
  2. não. acho que a escola não deve manifestar-se em quesitos religiosas. pois esses quesitos são aprendidos em casa, e a escola corre o risco de confrontar o ensinado em casa com o ensinado em aula, e isso não é dever da escola, e sim dos pais.
    Rafael de Souza Martins. aluno do 2 semestre de história

    ResponderExcluir
  3. katia verissimo da silva, 2 semestre Historia da Africa27 de setembro de 2011 13:00

    Sim,pois é necessário que se conheça outras religiões,desde que não se imponha concepções aos alunos. A ideia seria desenvolver uma aprendizagem religiosa diversificada, com o objetivo de ampliar o conhecimento de novas ideologias que fazem parte de nossa sociedade. E a escola é o espaço mais apropriado para levar os alunos ao contato com outras culturas.

    Katia Verissimo da Silva, 2 semestre Historia da Africa.

    ResponderExcluir
  4. Edmar, Segundo Semestre em História

    Sim, pois desta maneira muitas pessoas iriam tirar suas duvidas referente a essas religiões, pois o conhecimento ajuda a tirar certos preconceitos, ou pensamento negativos sobre as religiões afro-brasileiras. Com isso, a escola tem por objetivo de ensinar, as discusões serão bem vindas.

    ResponderExcluir
  5. Sim,assim como as demais religiões.Mas será que tem profissionais capacitados para tal ensinamentos, pois estes professores são em sua maioria de formação cristã, dotados de preconceitos em relação a religiões afrobrasileiras.
    Wagner Lúcio Soares,2° semestre de História.

    ResponderExcluir
  6. Sim, mas será que o professor encarregado de passar este ensino religioso está preparado para tal ensinamento? Dependendo de sua formação religiosa poderá mostrar estas religiões afrobrasileiras de forma deturpada.
    Portanto precisamos de professores qualificados para ensinar todas as religiões de maneira apropriada. Será possível isto?
    Wagner lúcio Soares, 2° semestre de História.

    ResponderExcluir
  7. Tatiane Tolentino , 2º semestre de História29 de setembro de 2011 18:55

    SIM
    É necessário que a escola como instituição de ensino venha trazer um conhecimento sobre as religiões afrobrasileiras assim como as demais também devem ser trabalhadas. Mas a medida que não imponha a religião para os alunos, devido a religião ser uma questão muito particular.
    Tatiane Tolentino, 2º semestre de História.

    ResponderExcluir
  8. Sim! Toda e qualquer religião tem sua história e sua importância. Todas nos trazem conhecimento e compreenção dos povos que as celebram. Não devemos ve-las sejam qual forem com preconceitos e sim como fonte de conhecimento para se conhecer melhor a história de outros povos. Mas acredito que o preconceito seria um limitante no ínicio.

    Renato Picarelli 2º Semestre

    ResponderExcluir
  9. Sim, as religiões afrobrasileira tem que ter a mesma visibilidade nas escolas, assim preoconceitos e mitos cairam a respeito desse assunto. Mas o ensinamento e pregação de qualquer religião nas escolas é algo que não acho correto, escola é um lugar neutro, a menos que seja uma instituição com carater religioso.



    Rafael S. Silva, 2o Semestre em História, UFMS

    ResponderExcluir
  10. Sim, na minha concepção creio que se deve ensinar, de forma racionalista, os preceitos das religiões afro-descendentes, mostrando que estas religiões, assim como as cristãs e outras, fazem parte da gama cultural-religiosa brasileira e, a priori, objetivando a tolerância para com estas religiões.

    Rogério H. C. de Paula, 2º semestre de História.

    ResponderExcluir
  11. SIM. Porque é inevitável o encontro cultural dentro do contexto escolar. Sendo assim,não devemos expor uma ou outra cultura e menospresar outras.Além de que a cultura afro brasileira faz parte de nossa história.
    Acho que deve-se ter professores capacitados para tal.

    Adriana Gomes Miranda Cardamone,4°semestre do curso de História pela UFMS-CPTL
    30 de setembro de 2011.

    ResponderExcluir
  12. Acredito que sim. O ensino de uma nova cultura deve ser colocada de forma criativa e inovadora para compreensão dos alunos. Para isso é necessário que haja professores habilitados e consciente ao ensino de culturas diversificadas.

    Gizele de Lima Alves Leite, 4°Semestre do curso de História UFMS-CPTL 30/09/2011.

    ResponderExcluir
  13. sim, deve ser aplicado de maneira que não seje imposto uma culura sobre a outra não priorizando a que for estudado em sala.

    Loana Cristina Martins do Nascimento, 4°Semestre curso de História.

    ResponderExcluir
  14. Sim.
    O ser uma por natureza,regeita o que é diferente e estranho.Isso também ocorre com as religiões Afro-brasileiras,que nos ao falarmos,já demonstramos o preconceito existente em nossa sociedade.
    Então o ensino na escola deve ser feito com o objetivou de derrubar barreiras e preconceitos.Buscando mudar a visão que veem se alojando no nosso meio a muitas gerações.

    Bruna Barros Fernandes,2° Semestre do curso de História.

    ResponderExcluir
  15. Sim, na ESCOLA onde o ensino TEM participação religiosa a conscientização por meio de outras religiões que não a católica deve ser sim usada como meio de interação.Digo isso porque penso que religião e ensino não devem estar atrelados, já foram misturados, mas , atualmente acho sem necessidade pois existem vários meios de interar racismo, religião e diversidade na ESCOLA.

    RAFAEL SIMON FERREIRA - 4º Semetre - Licenciatura em História

    ResponderExcluir
  16. Ana Paula - Aluna 2ºsemestre de História UFMS/CPTL9 de outubro de 2011 21:52

    A discussão sobre religião é muito séria. É foco de pesquisas de especialistas na área. Crianças e jovens ja vem de suas casas,em sua maioria, direcionados a uma religião especifica. Pensar em ensino religioso na escola vai além de apresentar a crianças e jovens todas as opções existentes, mas mexe com os princípios de uma família, instituição formadora de homens. O ensino de religião colocaria em conflito as duas principais instituições socializantes dos homens, causando muito mais controvérsias do que um ensino real para crianças e jovens.
    Não sou a favor do ensino de religão nas escolas, principalmente vivendo em um Estado Laico, onde ninguém deve interferir na decisão e opção religiosa do outro, principalmente de crianças que ainda estão formando uma opinião sobre a vida.

    ResponderExcluir
  17. Jefferson Rodrigo - Segundo Semestre em História

    Em termos. Acredito que religiões não só as africanas, mas como qualquer outra, devem ser ensinadas a partir de perspectivas históricas apenas. Não acho que a escola seja lugar para se ter as práticas de uma ou outra religião, porém acredito que a história delas no mundo deve sim ser ensinadas. Acho também que podemos ir um pouco além, pois ao ensinar a que "divindades" essas religiões africanas cultuam, é importante para desmistificar certos preconceitos que temos na sociedade por falta de conhecimento.

    ResponderExcluir
  18. Sim, não somente as religiao afro brasileira e cristãs , como todas as outras , quebrando um pouco da visão errada que os alunos tem das religiões.

    Maísa Sobrinho - Segundo semestre em história

    ResponderExcluir
  19. Dante Duran - Aluno 2ºsemestre de História UFMS/CPTL17 de outubro de 2011 18:15

    Acredito que seja importante discussões sobre religiões tanto afro-brasileiras, como qualquer outra religião, com a finalidade de eliminar o preconceito existente na sociedade. Não deveriam apontar uma religião como certa ou errada, apenas diferentes, sempre mantendo o respeito com todas, e apontando algumas características de cada uma delas.

    ResponderExcluir
  20. Sim. Acredito que as religiões no geral, devem ser ensinadas de uma maneira a se trabalhar o contexto histórico de suas raízes e não de forma a se criar crenças.


    Naiara Salvatierre,2°semestre em História

    ResponderExcluir
  21. Em termos, pois como vivemos em um país com a maioria da população cristã, o trabalho com os alunos deverá ser em dobro para que a visibilidade de outras religiões tenha um resultado positivo, será que os professores estão capacitados e instigados para que isso aconteça?


    Rodolfo Rocha Pereira, 2º Semestre, Curso de História, UFMS - CPTL

    ResponderExcluir
  22. andressa rodriges 1º ano de historia22 de outubro de 2011 19:27

    sim.Seria imprtante essas discursões sobre religiões tanto afro-brasileiras quantos as outras tambem, seria um meio de ensinar e aprender sobre tais, mais com o devido respeito sem julgar qualquer uma das religiões é importante tambem pensar em qualificação para tal assunto tão polêmico.

    ResponderExcluir
  23. Talvez. Se a proposta for ensino religioso de uma forma abrangente então será necessário trabalhar todas as religiões. O conhecimento destrói a ignorância. Em tese seríamos mais tolerantes se tivessemos contato com várias culturas religiosas, já que a nossa vida sempre foi regrada através do dualismo cristão.

    ResponderExcluir
  24. Falamos de Educação ou doutrinamento?
    Se o ensino religioso for trabalhado sob a forma de doutrinamento, não será viável,
    pois deverá ser difundida toda a diversidade religiosa existente, uma vez que o Brasil
    é um país laico - acreditem ou não; ou no mínimo, trabalhar em igualdade as cinco
    religiões mais difundidas. impossível de se aplicar, pois cada religião possui um tempo diferente
    no seu processo de instrução e a carga horária ficaria indefinida.
    Deveriamos nos desvencilhar desta doutrina secular imposta desde o início do colonialismo,
    pelos "teólogos" de uma mesma linhagem. O que se propõe é estender essa prática?
    A Educação se resume na pretensão de assegurar a formação e o desenvolvimento físico,
    intelectual e moral de um ser humano. Ou compreendi errado o conceito?
    O ensino religioso deve servir como ferramenta para ajudar na construção da comprensão
    da história socio-cultural de uma etnia, de uma nação, da humanidade.



    nelson j. chiericci jr
    2º semestre História, 2011

    ResponderExcluir
  25. Rafael Rezende

    Sim, seria de suma importância o livre aprendizado de novas religiões, em especial as afro-brasileiras em nosso país. Um vez que, o Brasil é um país laico e deve valorizar suas raízes afro-brasileiras e a sua diversidade cultural.

    2ª Semestre do curso de História - UFMS -CPTL

    ResponderExcluir

Inserção na Prática da Escola Quilombola Antônio Delfino Pereira: Primeiros Passos

Alunos e alunas do 1º Ano "A" e "B" assistindo o filme do "Kiriku e a Feiticeira". Em resposta as ações...